• Porto Alegre: 51 3224 6490
  • Uruguaiana: 55 3412 3688

Mais de um século de tradição e pioneirismo

A GAP Genética representa no cenário da pecuária nacional, um modelo em seleção e comercialização de reprodutores de raça. Uma trajetória iniciada por volta de 1906, quando João Vieira de Macedo, tradicional criador e invernista na fronteira do Brasil com o Uruguai, adquiriu terras na região de Uruguaiana/RS, formando a Estância Azul, que mais tarde viria a ser conhecida como Cabanha Azul. Ele foi o responsável pela importação de animais de origem britânica, buscando qualificar as características genéticas de carcaça e precocidade do rebanho da propriedade, cuja seleção era feita, fundamentalmente, baseada no olho e na experiência dos técnicos.

No início, um dos destaques da cabanha era o rebanho ovino, principalmente a raça Merino Australiano, que chegou a constituir-se no maior e melhor plantel do país, produzindo toneladas de lã com padrão inigualável. Mais tarde, entre as décadas de 50 e 70, o trabalho foi intensificado por seu filho Lauro Macedo, que projetou o nome da Cabanha Azul como o mais importante criatório gaúcho, conquistando inúmeras premiações em exposições das raças Angus, Hereford e Devon, o que acabou atraindo investidores que procuravam a cabanha para adquirir reprodutores bovinos e ovinos. Então, para centralizar as vendas, criaram-se os leilões, iniciativa pioneira logo difundida por todo o país.

Em 1993, após a partilha dos ativos agropecuários da Cabanha Azul, surge a GAP Genética, sediada em Uruguaiana e dirigida por Eduardo Macedo Linhares. Com a abertura de novos mercados, a empresa foi incorporando outros estabelecimentos, estrategicamente distribuídos nas principais regiões de grande avanço da pecuária de corte brasileira, sendo hoje referência nacional na criação de Angus, Brangus, Hereford, Braford e cavalos Crioulos.

Com um rebanho de mais de 7.000 ventres, registrados e controlados através do Sistema de Avaliação do Programa Natura, dos quais 4.200 são ventres Brangus, que formam o maior plantel registrado da raça no mundo 1.500 são ventres Angus e outros 1.300 das raças Hereford e Braford, que geram, anualmente, em torno de 6.000 produtos.

O diferencial genético e os resultados do uso de seus reprodutores, faz da empresa uma fornecedora de genética provada a diversas Centrais de Inseminação Artificial. Além disso, mantém parcerias comerciais e técnicas com criadores, empresas agropecuárias, instituições de ensino e pesquisa e também com frigoríficos, para fornecimento de carne nobre através do abate de novilhos jovens.

O seu pioneirismo está explícito na difusão de eventos comerciais da raça Brangus em mercados como Dourados, Campo Grande e Três Lagoas (MS), Rondonópolis e Cuiabá (MT), Araçatuba (SP), Londrina (PR), Goiânia (GO) e Salvador (BA), e na implantação de um programa de fidelização do cliente através do cartão GAP Card, onde os mesmos recebem atendimento diferenciado, obtendo descontos progressivos de acordo com seu histórico de compras. A introdução e o desenvolvimento de julgamentos objetivos, onde o animal é reconhecido não apenas por seu fenótipo, mas essencialmente pela sua performance, foi outra inovação apresentada durante seu trabalho de divulgação do Brangus.

A GAP possui uma equipe de gerentes, técnicos e funcionários treinados para atender as exigências do mercado agropecuário, visto que uma de suas filosofias é a formação e a qualificação permanente da sua mão de obra.

Nossa Missão

Desenvolver e comercializar produtos agropecuários com diferencial em tecnologia e qualidade visando, além da satisfação do cliente, incremento da produtividade do nosso setor, respeitando sempre o meio ambiente.